Publicado 24 de Setembro de 2020 - 12h24

Por AFP

O ex-piloto de Fórmula 1 Alex Zanardi mostrou "sinais de interação" enquanto ainda segue na terapia semi-intensiva após um grave acidente em junho, informaram nesta quinta-feira os médicos que cuidam do italiano.

O hospital San Raffaele de Milão, Itália, anunciou em comunicado que o medalhista paraolímpico de ciclismo, de 53 anos, "reage com sinais transitórios e iniciais de interação com o meio ambiente" a estímulos visuais e acústicos.

"Apesar desse progresso significativo, os médicos enfatizam que, dada a persistência de uma situação clínica global complexa, é muito cedo para fornecer um prognóstico", observaram.

Zanardi passou recentemente por uma reconstrução crânio-facial, depois de sofrer graves ferimentos na cabeça durante o acidente que sofreu ao perder o controle de sua bicicleta numa corrida na Toscana em 19 de junho, colidindo com um caminhão que vinha na direção oposta.

"Uma segunda intervenção está planejada para as próximas semanas", disseram os médicos.

Piloto de F1 entre 1991 e 1994, passou para a Fórmula CART no ano seguinte, onde foi campeão em duas temporadas e veio a sofrer um grave acidente no circuito alemão de Lausitzring, tendo as pernas amputadas. Zanardi passou a disputar provas de ciclismo adaptado (handbike), conquistando seis medalhas nos Jogos Paralímpicos, sendo quatro de ouro.

ea/nr/pm/dr/lca

ACCOR

Escrito por:

AFP