Publicado 24 de Setembro de 2020 - 9h22

Por AFP

Uma relíquia do papa João Paulo II, uma ampola com gotas do sangue do pontífice polonês, foi roubada de uma igreja de Spoleto, Umbria, no centro da Itália, informou o site oficial do Vaticano.

A relíquia do primeiro papa polonês, canonizado em abril de 2014, nove anos depois de sua morte, foi roubada na quarta-feira à noite, de acordo com o Vatican News.

A polícia italiana abriu imediatamente uma investigação.

"Espero que se trate de um gesto superficial, que não pretendia ofender a sensibilidade dos fiéis. Também me atrevo a esperar que este gesto imprudente não tenha sido cometido para obter dinheiro", comentou o arcebispo de Spoleto, Renato Boccardo, citado pelo Vatican News.

A ampola com o sangue de João Paulo II foi dada de presente em setembro de 2016 à igreja da cidade pelo cardeal Stanislaw Dziwisz, então arcebispo de Cracóvia, que foi durante décadas o secretário particular do pontífice polonês.

bur-kv/zm/fp

Escrito por:

AFP