Publicado 23 de Setembro de 2020 - 15h02

Por AFP

Um grupo de dissidentes sauditas exilados em países como Grã-Bretanha e Estados Unidos anunciou nesta quarta-feira a criação de um partido, o primeiro movimento de resistência contra o regime do rei Salman.

"Anunciamos a criação do Partido da Assembleia Nacional, que visa instituir a democracia como forma de governo no reino da Arábia Saudita", explica o comunicado.

O partido é liderado pelo ativista de direitos humanos Yahya Assiri em Londres, e seus membros incluem o acadêmico Madawi al Rasheed; o pesquisador Saeed bin Nasser al Ghamdi; Abdullah Alaoudh, baseado nos Estados Unidos; e Omar Abdulaziz, que reside no Canadá, informaram fontes próximas ao partido à AFP.

bur-ac/jz/mar/cccc

Escrito por:

AFP