Publicado 23 de Setembro de 2020 - 12h42

Por AFP

O chefe da diplomacia alemã, Heiko Maas, se colocou em quarentena depois que um de seus guarda-costas testou positivo para a covid-19, anunciou uma porta-voz de seu ministério nesta quarta-feira (23).

O primeiro teste de detecção realizado pelo ministro social-democrata apresentou resultado negativo, segundo a porta-voz.

"O Ministério das Relações Exteriores está trabalhando com os serviços de saúde para determinar se outras pessoas estão envolvidas e quais medidas devem ser tomadas", continuou, acrescentando que os interessados serão notificados "em breve".

Heiko Maas participou de uma reunião dos ministros das Relações Exteriores da UE na segunda-feira em Bruxelas, assim como em um café da manhã informal com a opositora bielorrussa Svetlana Tikhanóvskaya.

Em março, a chanceler Angela Merkel ficou em quarentena domiciliar por 14 dias, no pior momento da pandemia, conforme exigido pela lei, após um contato com um médico que havia testado positivo ao coronavírus. Merkel fez exames que apresentaram resultados negativos.

ilp/oaa/at/mab/mar/aa

Escrito por:

AFP