Publicado 22 de Setembro de 2020 - 14h02

Por AFP

A polícia de Cabul apreendeu cinquenta canetas-revólver usadas, segundo as autoridades, pelos talibãs e outros criminosos na capital afegã, onde os assassinatos seletivos aumentaram nos últimos meses.

Essas armas de fogo com uma só bala, que aparentemente são apenas canetas com tinta comum, são fáceis de transportar e difíceis de detectar.

"É como uma caneta click. Quem a utiliza coloca uma bala no interior, (depois) aponta e aperta o botão para disparar", explicou à AFP um responsável do Departamento de Investigações Criminosas (CID) da capital afegã, sob anonimato.

Cerca de 48 canetas-revólver foram encontradas no fim de semana passado entre uma grande quantidade de armas, entre elas "bombas adesivas", que podem ser instaladas sob os veículos para depois ativá-las à distância ou através de um temporizador.

O aumento do desemprego e da pobreza agravaram a já deteriorada situação de segurança de Cabul. Sequestros, assaltos e tiroteios a partir de veículos em movimento se juntam agora aos ataques regulares que atingem esta cidade.

emh/wat/jf/bds/msr/mar/aa

Escrito por:

AFP