Publicado 21 de Setembro de 2020 - 19h41

Por AFP

O tenista suíço Stan Wawrinka anunciou nesta segunda-feira que está se separando "por acordo mútuo" de seu técnico e compatriota Magnus Norman, após oito anos de colaboração em que venceram três torneios do Grand Slam.

"Nossa parceria foi incrivelmente forte, agradável e muito frutífera. Juntos, alcançamos o ápice deste esporte e quero agradecer a você por me ajudar a vencer tudo que eu sonhei", escreveu Wawrinka em sua conta no Instagram.

O suíço de 35 anos venceu o Aberto da Austrália em 2014, Roland Garros em 2015 e o US Open em 2016, além de chegar ao terceiro lugar do ranking da ATP em 2014, tudo isso trabalhando com ex-tenista sueco.

Wawrinka foi um dos poucos a quebrar a hegemonia do trio formado pelo suíço também Roger Federer, o espanhol Rafael Nadal e o sérvio Novak Djokovic nos últimos 15 anos no Grand Slam.

ig/fbx/pm/lca

Escrito por:

AFP