Publicado 21 de Setembro de 2020 - 19h27

Por AFP

O Rennes venceu o Monaco nos acréscimos por 2 a 1, neste sábado, pela 4ª rodada da Ligue 1 francesa, onde os bretões assumiram a liderança provisória.

Com 10 pontos, o Rennes lidera mas a sua posição está em perigo neste domingo já que o Saint-Etienne (segundo com 9 pontos), única equipe a vencer nas três primeiras rodadas, visita o Nantes (13º) e pode ultrapassá-lo.

Tudo parecia apontar para um empate entre Rennes e Monaco, mas o jogador do time local Adrien Truffert (90+2), com um chute de fora da área, decidiu o confronto entre duas das equipes que melhor iniciaram o campeonato.

Antes disso, o atacante Wissam Ben Yedder havia aberto o placar para o Monaco aos 28 minutos e o volante Steven Nzonzi empatou aos 81 minutos.

O Monaco continua na quinta colocação, com 7 pontos.

A apenas um ponto do Rennes, está o Lens, recentemente promovido à elite e provisoriamente terceiro depois de vencer o Bordeaux por 2 a 1 no outro jogo deste sábado.

Com 9 pontos em 12 possíveis, fruto de três vitórias consecutivas nos últimos três jogos, o Lens confirma sua boa fase, depois de há pouco mais de uma semana derrotar o atual campeão Paris Saint-Germain (1-0).

O camaronês Ignatius Ganago (aos 47 minutos) e Gaël Kakuta (59, de pênalti) colocaram o Lens em vantagem no estádio Bollaert-Delelis. O Bordeaux mal conseguiu reagir e só descontou nos últimos instantes, com um gol do nigeriano Samuel Kalu (90+5).

A vitória do Lens foi amplamente merecida, com um jogo ofensivo e o placar poderia ter sido até mais elástico se o time tivesse sido mais eficiente contra o gol adversário, principalmente no primeiro tempo.

O Bordeaux sofre assim a sua primeira derrota nesta Ligue 1 e os primeiros gols da temporada. Ele é provisoriamente o décimo primeiro, com 5 pontos em quatro jogos.

o campeão Paris Saint-Germain, que perdeu duas partidas e venceu a última nas três primeiras, tentará continuar sua escalada no domingo, contra o Nice (7º) fora de casa.

-- Jogos da 4ª rodada da Ligue 1 e classificação:

Escrito por:

AFP