Publicado 28 de Agosto de 2020 - 11h15

Por Carlos Rodrigues

O volante Deivid reforça a importância das duas partidas em casa:

Deivid Oliveira/Guarani FC

O volante Deivid reforça a importância das duas partidas em casa: "Concordo que são jogos decisivos, mas devemos focar primeiro no Náutico

Após a derrota para a Chapecoense, o técnico Thiago Carpini disse que as duas partidas seguintes, dentro de casa, seriam decisivas para o futuro do Guarani na Série B do Campeonato Brasileiro. E é com esse grau de importância que o Bugre encara o primeiro desses desafios contra o Náutico, hoje, às 21h30, no Estádio Brinco de Ouro. Com apenas uma vitória em cinco rodadas, a equipe alviverde encara um adversário que também não vive boa fase e ainda não venceu.

O péssimo início de campanha do time dá o tom da necessidade de conseguir a reabilitação. Com comissão técnica e elenco em xeque, somar seis pontos após o jogo de hoje e o de segunda-feira contra o Oeste são determinantes para amenizar a pressão.

"Concordo que são dois jogos decisivos, mas devemos focar primeiro no Náutico. Temos a oportunidade de nos redimir, somar os três pontos dentro de casa e procurar dar essa alavancada para recuperar a confiança novamente", diz o volante Deivid.

Internamente, é consenso que a confiança é um dos principais pontos a serem trabalhados. Com o time em má fase, os erros tem se sucedido, seja nos gols sofridos ou nas oportunidades de marcar desperdiçadas. "Nessa maré difícil, o mental atrapalha um pouco, mas temos uma comissão técnica muito boa. O Carpini nos dá confiança e as coisas vão melhorar", projeta o meio-campista. "Temos de trabalhar, não tem outra solução. Vamos redobrar a atenção nesse momento para procurar minimizar os erros e sermos mais assertivos."

O time

Depois de surpreender com várias modificações no time titular no último jogo, Thiago Carpini deve retomar seu esquema habitual para enfrentar o Náutico. A equipe, porém, terá mudanças. Duas são obrigatórias, já que o volante Igor Henrique e o atacante Waguininho cumprem suspensão. Eduardo Person deve voltar ao meio e, na outra vaga, Giovanny e Bruno Sávio são os candidatos. Sacado contra a Chapecoense, Bidu volta à lateral-esquerda. Pelo lado direito, existe a possibilidade de Pablo perder a posição para Cristovam.

O comandante bugrino também pode contar com novidades no banco de reservas. Recuperado de um entorse no tornozelo, o volante Lucas Abreu está recuperado, treinou nos últimos dias e fica como opção. Já os atacantes Bruno Paulo e João Paulo, com a documentação regularizada, podem ser relacionados pela primeira vez.

Escrito por:

Carlos Rodrigues