Publicado 25 de Agosto de 2020 - 18h15

Por France Presse

A coroa foi usada por The Notorious B.I.G. - famoso por sucessos como

Reprodução

A coroa foi usada por The Notorious B.I.G. - famoso por sucessos como "Juicy," "Big Poppa" e "Hypnotize" - em sua última sessão de fotos em 1997, três dias antes de seu assassinato chocante em Los Angeles

As cartas de amor de um Tupac adolescente e a icônica coroa de Biggie serão leiloadas no próximo mês pela Sotheby's, em seu primeiro evento dedicado ao hip hop.

As cartas e a coroa serão os destaques do leilão de 15 de setembro, que também terá roupas, joias, obras artísticas e outros objetos vinculados ao gênero musical nascido no Bronx de Nova York.

A coroa foi usada por The Notorious B.I.G. - famoso por sucessos como "Juicy," "Big Poppa" e "Hypnotize" - em sua última sessão de fotos em 1997, três dias antes de seu assassinato chocante em Los Angeles.

O fotógrafo Barron Claiborne, que imortalizou a imagem do artista nascido com o nome de Christopher Wallace, a colocou à venda por um valor estimado de 200.000 a 300.000 dólares.

É um valor consideravelmente alto para uma coroa de plástico que fez Sean "Diddy" Combs, então dono da gravadora de Biggie, inicialmente temer que o rapper se parecesse mais com o rei de uma rede de fast-food do que com o rei de Nova York.

"Não estamos vendendo o objeto em si, mas a história por trás dele", explicou Cassandra Hatton, especialista da Sotheby's encarregada deste leilão que pode se tornar um evento anual.

"É algo que todos reconhecemos. Você só pecisa dizer 'a coroa de Biggie'", disse à AFP.

- As cartas de amor -

A outra joia do leilão de setembro é uma coleção de 22 cartas de amor assinadas por Tupac Shakur e endereçadas a sua namorada Kathy Loy, que remetem à sua adolescência em Baltimore.

Tupac - autor de sucessos como "California", "Changes", "Dear Mama" e "All Eyez On Me" - também morreu assassinado, alguns meses antes de Biggie. As mortes desses dois gigantes do hip hop continuam sem resolução.

As 42 páginas de mensagens íntimas escritas à mão pelo adolescente oferecem um retrato vulnerável de um Tupac apaixonado, com vontade de ouvir seu coração, mas ao mesmo tempo com medo de perder seu amor adolescente.

O preço estimado das cartas oscila entre 60.000 e 80.000 dólares.

O leilão busca traçar o desenvolvimento do hip hop desde seu nascimento no final dos anos 70, passando por sua era dourada em meados dos 80 até meados dos 90, até os dias atuais.

Uma parte das arrecadações irá para organizações de caridade, incluindo o programa de música e DJ "Building Beats" (Construindo ritmos) voltado para jovens de comunidades carentes.

Escrito por:

France Presse