Publicado 27 de Agosto de 2020 - 7h49

Por Da Agência Anhanguera

Os testes permitirão mapear e conter o coronavírus no aeroporto

Leandro Ferreira/AAN

Os testes permitirão mapear e conter o coronavírus no aeroporto

Começou ontem uma campanha de testagem para a Covid-19 em mil pessoas da comunidade aeroportuária do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. A ação é realizada numa pareceria entre a Receita Federal, a concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e o Sindicato dos Despachantes Aduaneiros (Sindasp). A coleta continua amanhã, e nos dias 1 e 3 de setembro.

Trata-se de uma pesquisa de soroprevalência de anticorpos IgM, que tem como objetivo fornecer resultados preliminares para ajudar no diagnóstico da doença em pessoas que atuam constantemente em diversas áreas do aeroporto no atendimento ao público, como terminal de carga, terminal de passageiros, alfândega, setores de despachos aduaneiros e empresas prestadoras de serviço.

A testagem acontecerá apenas nas dependências de Viracopos. A análise possibilitará a obtenção de dados mais precisos sobre o contágio no complexo, reduzindo a subnotificação da doença. Pelo menos 7 mil pessoas trabalham no aeroporto.

Para o delegado da Alfândega da Receita Federal em Viracopos, Fabiano Coelho, a iniciativa é reflexo do ambiente de solidariedade, cooperação e parceria da comunidade aeroportuária de Viracopos. "Durante o período da pandemia, Viracopos vem se destacando pelo aumento de sua participação no comércio exterior do País e, apesar das dificuldades, tem obtido expressivos resultados no que se refere à fluidez das operações de importação, exportação, trânsito aduaneiro e remessas expressas internacionais, com destaque para a importação de produtos vinculados ao combate à Covid-19", disse ele.

Já o presidente do Sindasp, Marcos Farneze, disse que a entidade sempre esteve atenta ao desempenho da categoria na linha de frente dos trabalhos em auxílio às importações e exportações de produtos no combate à Covid-19. "Essa ação é oportuna e relevante. Estaremos engajados para mais uma contribuição para minimizar os impactos da pandemia", encerrou.

A exemplo de ontem, amanhã, a coleta acontece no hall do prédio administrativo do aeroporto e Receita Federal, das 9h30 às 17h. Já nos dias 1 e 3 de setembro, no mesmo horário, porém no prédio de serviços do Edifício Garagem, no piso +2, que deve ser acessado pela passarela de interligação ao terminal de passageiros.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera