Publicado 28 de Agosto de 2020 - 12h23

Por AFP

A Comunidade de Estados da África do Oeste (Cedeao) pediu, nesta sexta-feira (28), à junta militar no Mali o retorno rápido dos civis ao poder e eleições em um prazo de 12 meses em troca de um levantamento gradual das sanções.

A Cedeao pede à junta "para iniciar uma transição civil imediatamente" e "a instalação rápida de um governo para (...) preparar as eleições legislativas e presidenciais em um prazo de 12 meses", anunciou o presidente nigeriano Mahamadou Issoufou, após uma cúpula do grupo.

"As sanções serão levantadas progressivamente dependendo da aplicação" das medidas solicitadas, indicou Issoufou, que também é presidente em exercício da Cedeao.

bh-pgf-lal/eg/jz/aa

Escrito por:

AFP