Publicado 27 de Agosto de 2020 - 21h32

Por AFP

Centenas de torcedores do Newell"s Old Boys de Rosário, na Argentina, organizaram uma caravana de veículos colorida e barulhenta nesta quinta-feira, com o lema "Seu sonho, nossa esperança", para o retorno de Lionel Messi ao clube onde jogou nas divisões infantis.

A crise de Messi com o Barcelona incentivou os torcedores de "La Lepra", como são conhecidos, a invadir as ruas da cidade natal do craque, empolgados, com suas bandeiras vermelha e preta, embora o clube esteja longe de conseguir o passe.

"É inevitável que todos no Newell mantenha o sonho de que Messi jogue aqui por alguns meses, e talvez isso aconteça, mas não devemos perder de vista o que ele representa, temos de ser realistas. É complicado", declarou o artilheiro "ñulista" Ignacio Scocco.

Os torcedores levavam bandeiras nos carros e faziam barulho com suas buzinas e até alguns tambores, mas sem caminhada para manter as medidas sanitárias devido à COVID-19, que já causou quase 8.000 mortes, com mais de 370.000 casos no país. Messi sempre disse que adoraria voltar ao clube de Rosário onde começou no futebol ainda criança e do qual se declarou torcedor, embora o destino imediato do atacante pareça continuar sendo a Europa.

Os torcedores começaram a carreata do estádio El Coloso "Marcelo Bielsa", no Parque Independência, e se dirigiram até o Monumento à Bandeira Argentina, local habitual de confraternizações populares, às margens do Rio Paraná.

Messi possui importantes investimentos imobiliários na cidade e na região, que fica 300 km ao norte de Buenos Aires.

O Newell"s poderia se beneficiar de uma eventual transferência de seu filho pródigo, em decorrência de uma cláusula que lhe dá um percentual de 0,66% da venda.

Messi deixou o clube aos 13 anos, apesar de a diretoria querer mantê-lo na época.

Sua família emigrou para a Espanha porque o time catalão lhe garantiu tratamento médico para garantir o crescimento normal do adolescente Messi, entre outros cuidados.

dm/cl/aam

Escrito por:

AFP