Publicado 27 de Agosto de 2020 - 18h43

Por Estadão Conteúdo

Após conversa telefônica de 25 minutos com chefe de Gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, sobre uma possível nova rodada de estímulos fiscais, a presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, acusou o governo de "desprezar as necessidades" dos americanos, em meio à crise provocada pelo coronavírus.

Em comunicado, Pelosi reiterou que os democratas estavam dispostos a retirar US$ 1 trilhão de sua proposta, caso republicanos concordassem em adicionar US$ 1 trilhão no plano deles. "Para nos encontrarmos no meio, agora dissemos que estaríamos dispostos a ir para US$ 2,2 trilhões para atender às necessidades do povo americano", disse.

A deputada californiana acrescentou que o governo não reconhece o nível de recursos que o combate à pandemia demanda.

Ela acusou a legenda governista de, entre outras coisas, "abandonar" profissionais de saúde, professores, crianças famintas e o sistema eleitoral. "Os democratas estão dispostos a retomar as negociações assim que os republicanos começarem a levar esse processo a sério", concluiu.

Escrito por:

Estadão Conteúdo