Publicado 26 de Agosto de 2020 - 20h33

Por Estadão Conteúdo

Comissário de Comércio da União Europeia, Phil Hogan informou, em comunicado, que entregou no período da noite (hora local) desta quarta-feira, 26, um pedido de demissão à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen. Segundo ele, a controvérsia por causa de uma visita recente dele à Irlanda estaria se tornando "uma distração" de seu trabalho e minaria sua atuação nos próximos meses, por isso a decisão.

Hogan foi criticado por ir a um campo de golfe na Irlanda em meio à pandemia da covid-19.

Ele argumentou que sempre tentou seguir as regulações contra a disseminação do vírus no país e havia entendido que as havia cumprido, particularmente após ter tido teste negativo para a doença.

De qualquer modo, ele pediu desculpas por seus "erros" durante essa visita. "Como representante público, eu deveria ter sido mais rigoroso ao aderir às diretrizes contra a covid", comentou na nota.

Escrito por:

Estadão Conteúdo