Publicado 17 de Junho de 2020 - 14h44

Por Adagoberto F. Baptista

Alenita Ramirez

Da Agência Anhanguera

[email protected]

Foto: arquivo

A Delegacia de Polícia Federal (PF), em Campinas, está realizando uma campanha regional de arrecadação de alimentos não perecíveis para doação as famílias necessitadas e em situação de vulnerabilidade social. A ação faz parte de uma atuação preventiva para a Semana Nacional de Política Sobre Drogas, que ocorre no Brasil entre os dias 22 e 26 junho. A data foi instituída em 2018, pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), com o objetivo, entre os quais, fazer “a inclusão social do cidadão, visando a torná-lo menos vulnerável a assumir comportamentos de risco para o uso indevido de drogas, seu tráfico ilícito e outros comportamentos correlacionados”. “Na Semana Nacional de Política Sobre Drogas, a PF tem levado, além do trabalho repressivo, uma mensagem de solidariedade e conscientização das pessoas sobre o uso indevido de drogas”, disse o delegado Edson Geraldo de Souza.

Essa é a primeira vez que a delegacia federal participa da campanha desde o seu lançamento. De acordo com Souza, ainda não há o número exato de famílias que serão beneficiadas, já que depende da listagem cedidas por entidades as quais a PF terá acesso. Entretanto, o delegado frisou que existem três frentes atuando na ação.

Os interessados poderão entregar suas doações na Delegacia de Polícia Federal em Campinas, localizada na Rua Dr. Antônio Álvares Lôbo, 620, Botafogo, entre os dias 15 e 25 de junho, das 9h às 12h e das 14h às 17h. A entrega das doações às famílias ocorrerá no dia 26 de junho.

Nos últimos 24 meses, a PF de Campinas apreendeu 1,3 toneladas de cocaína na região e principalmente no Aeroporto Internacional de Viracopos. “Com este objetivo, além de intensificar as ações de repressão ao tráfico ilícito de drogas, prestando contas à população sobre o cumprimento de sua atribuição constitucional e levantando discussões sobre os avanços a serem implementados nas políticas em prol da segurança pública, a Polícia Federal em Campinas mantém um número especializado de policiais federais que formam o GPRED (Grupo de Prevenção ao uso indevido de drogas)”, frisou Souza.

De acordo com o delegado, o grupo promove ações preventivas, especialmente palestras a estudantes ou grupos de pessoas que se interessem pelo tema. “Neste ano, especialmente em razão do momento em que o país atravessa, o GPRED de Campinas optou por chamar a atenção das pessoas nas questões relacionadas às políticas sobre drogas, pela campanha de arrecadação e doação de alimentos”, disse.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista