Publicado 19 de Junho de 2020 - 19h05

A pandemia do novo coronavírus afetou duramente todas as áreas, em especial o setor artístico, impedido de fazer suas apresentações pela necessidade do isolamento social para conter o avanço dos casos. O setor de cinema, com as salas fechadas, também foi atingido e viu seu faturamento despencar. Nesse cenário, empreendedores tiveram a ideia de resgatar uma experiência do passado, os drive-ins. Na região, o primeiro foi aberto na semana passada em Paulínia. E em São Paulo começou a funcionar na última quarta-feira, 17, o Belas-Artes Drive-in no Memorial da América Latina, uma parceria da empresa distribuidora e exibidora com o centro da cultura latina de São Paulo, com sucesso imediato - todos os ingressos colocados à venda para as quatro semanas de programação esgotaram-se.Na região, o AutoCine Paulínia Shopping nasceu como uma alternativa para quem está com saudades de assistir filmes em telas grandes e de entretenimento fora de casa. Assim, o TopCineplex do Paulínia Shopping, uniu forças com as empresas Colégio Anglo Paulínia, Cooperativa de Crédito Sicoob, Óticas Carol Paulínia e Centro Automotivo Planalto Pneus, para oferecer essa alternativa pioneira na RMC. Esta semana, as sessões ocorrem diariamente, às 19h e 21h30, no estacionamento do Paulínia Shopping. Esta semana, serão exibidos os longas Jumanji - Próxima Fase e Coringa. "É uma alternativa super segura, respeitando o atual momento de pandemia em que vivemos. Além de ser uma experiência única, tanto para adultos como para crianças. Muitos de nós nunca tivemos a oportunidade de assistir a um filme em um destes cines", avalia Marcelo Diaz, proprietário do TopCinePlex Paulínia Shopping.Os ingressos podem ser adquiridos antes de cada sessão, em bilheteria montada no estacionamento do Paulínia Shopping ou nas Óticas Carol Paulínia Centro, uma das empresas patrocinadoras do evento.A iniciativa tem ainda um cunho social, com arrecadação de alimentos não perecíveis para doação a entidades de Paulínia e região.Segundo Marcelo Diaz, uma estrutura para abrigar projetores e telas foi erguida especialmente para o AutoCine, que também vai contar com serviços de bomboniére, solicitados através de aplicativo no celular. As entregas serão feitas diretamente nos carros, seguindo as orientações de biossegurança contra o avanço da Covid-19. “O estacionamento contará com um manobrista para orientação aos motoristas e abre meia hora antes de cada sessão, para o posicionamento dos veículos. As vagas sãopreenchidas por ordem de chegada, mantendo a distância mínima, estabelecida por Decreto Municipal de 1,5 metro de distância lateral”, explica Diaz. Cada sessão terá capacidade para 60 carros. O valor do ingresso é R$ 35,00 + 1 kg de alimento não perecível, preço único por veículo, com lotação máxima de 3 pessoas. Uso obrigatório de máscaras