Publicado 17 de Junho de 2020 - 19h05

Apesar do isolamento forçado, a companhia de teatro Sia Santa, comemora seus 47 anos de atividades oferecendo algumas obras de seu repertório nas redes sociais, com acesso gratuito. Uma delas é a gravação do show infantil Jacarelvis – A Magia Musical, produzido em parceria com a Animar Estúdio. O público pode acessar o conteúdo do espetáculo no link: https://youtu.be/Sv4Pvyl2cg8.

A história começou no dia 10 de junho de 1973, no teatro do Sesc Campinas, que acolheu um grupo de cerca de 50 jovens artistas querendo viver fazendo teatro. “Os diretores do Sesc e tantos outros amigos e parceiros, nos ajudaram a implementar e patentear a marca do programa A Escola Vai Ao Teatro, que se espalhou por toda a região”, lembra Crispim Júnior, cofundador e diretor da Sia Santa, ao lado de Jorge Fantini. Atualmente o coletivo é formado por 33 profissionais, entre artistas e técnicos cooperados, terceirizados e funcionários.

“Apesar do ‘estado de penúria’, estamos resistindo bravamente na quarentena, com as dificuldades naturais do nosso ofício. Estamos acolhendo em nossas instalações aos colegas com a sobrevivência mais ameaçada e subsidiando todos os demais dentro do possível, num esforço enorme e na esperança de garantirmos a sobrevivência do nosso principal ativo”, conta Crispim. A companhia também está negociando com fornecedores e prorrogando compromissos tributários na esperança do ‘novo normal’ em breve. “ Alguns artistas mais jovens estão ajudando os profissionais da saúde, de forma voluntária. Já os artistas idosos permanecem isolados em suas casas”, coloca Crispim. “Sem possibilidade de encontro, como nossa atividade é alimento para a alma, estamos disponibilizando on-line. Assim que nossas atividades forem retomadas, doaremos 2020 lugares de forma escalonada aqui no Ponto de Cultura Sia Santa (Pq. Santa Bárbara), para atender crianças de escolas públicas ou vinculadas a instituições assistenciais apoiadas pelos nossos patrocinadores.” Ele cita que os três projetos culturais incentivados que estavam em andamento foram paralisados na pandemia. E os espetáculos contratados e agendados foram adiados por tempo indeterminado. (AAN)