Publicado 18 de Junho de 2020 - 5h30

A tradicional Feijoada do Bem, organizada anualmente pela Creche Bento Quirino, de Campinas, terá um formato diferente nessa edição. Nos dias 27 de junho e 4 de julho, o restaurante Catetinho, na Sociedade Hípica de Campinas, vai preparar kits especiais do prato, com os devidos acompanhamentos, para que sejam retirados na Portaria 5, das 10h às 14h, no sistema drive-thru.

Quem fizer a doação de um quilo de alimento não perecível, no local, ganhará uma cerveja artesanal Weiss Füder. A renda será destinada para a manutenção da entidade, que atende a 390 crianças em suas duas unidades, e os alimentos arrecadados farão parte das cestas básicas distribuídas pela Creche às famílias em situação de vulnerabilidade social.

A compra dos kits, ao preço de R$ 80,00 cada, deve ser realizada antecipadamente por meio do WhatsApp, nos números (19) 99253.3706 e (19) 99765.5400, ou pelo e-mail [email protected] Cada kit serve duas pessoas e é composto de porções acondicionadas separadamente de arroz, couve, torresmo com banana à milanesa, molho vinagrete com caldinho de feijão apimentado, e farofa, além do prato principal.

A Creche Bento Quirino atua em Campinas desde 1914 e hoje atende a 390 crianças com idade entre 2 e 6 anos e suas famílias, com o objetivo de minimizar as situações de violência doméstica, vulnerabilidade e risco social nas quais estão submetidas.

Para a responsável pela realização da Feijoada do Bem, Joana Balles, a opção pelo formato drive-thru ocorreu após ser verificado que outras ações realizadas nesse modelo tiveram boa aceitação e após consulta aos tradicionais apoiadores e patrocinadores. "Acreditamos que é possível a mobilização da comunidade, de uma forma segura e seguindo todos os protocolos das autoridades sanitárias. Assim, com o aval da Sociedade Hípica, o restaurante Catetinho, que já possui uma estrutura para operar dessa forma, prontamente aceitou ser parceiro na empreitada", afirma ela.

De acordo com a presidente da Creche Bento Quirino, Simone Rafful Kanawaty, a verba proveniente da feijoada, promovida desde 2004, é importante para a manutenção das duas unidades da entidade — Centro e Jardim Itatinga. "Foi preciso reinventar a forma de realizar o evento e isso só foi possível graças ao engajamento do restaurante Catetinho, da Hípica, e de empresas com grande vocação para o social que apoiam há 16 anos esta ação de mobilização da comunidade: EMS, Ipiranga, Cerveja Weiss Füder, Garcia Terraplenagem, Lojas Camelo, Higa Atacado, Faculdade São Leopoldo Mandic, Instituto Bosch e Instituto 3M, diz Simone. (Da Agência Anhanguera)