Publicado 17 de Junho de 2020 - 13h18

Por Gustavo Magnusson/AAN


Ponte Press

Em procedimento que virou rotina em meio à pandemia do novo coronavírus, a Ponte Preta apresentou de forma virtual o volante Neto Moura, de 23 anos, um dos cinco reforços que o clube já anunciou oficialmente desde a paralisação do futebol brasileiro. Revelado nas categorias de base do Sport, o jovem jogador é meia de criação de origem, mas desempenhou função de segundo volante durante boa parte da carreira. "Sempre fui meia-atacante nas categorias de base e comecei jogando assim no profissional com o Eduardo Baptista, no Campeonato Brasileiro de 2015.

Depois, ele me recuou para segundo volante. Não sou muito de escolher posição, quero estar jogando e ajudando, independentemente se for volante, meia ou atacante. O que o Brigatti precisar, estarei disposto para fazer", garante Neto Moura, que disputou o Campeonato Paulista pelo Mirassol, onde foi titular em todas as 10 partidas da primeira fase, com dois gols marcados. O jogador, cujo contrato com o Leão vai até dezembro de 2021, assinou por empréstimo com a Macaca até o fim da temporada.

Assim como o lateral-esquerdo Ernandes, outra contratação feita pela Ponte Preta, Neto Moura traz na bagagem o acesso e o título da Série B pelo América-MG, em 2017. "O que eu vivi no América foi um ano muito bom, de bastante aprendizado, onde tínhamos um grupo muito unido, em que todo mundo se ajudava. Eu acho que foi por causa desse entrosamento que as coisas aconteceram. Foi uma Série B muito difícil porque tinha o Internacional como grande candidato ao título. Temos que ter essa mesma parceria na Ponte, que precisa muito deste acesso à Série A", afirma Moura, que passa a quarentena em sua cidade natal, Atalaia, no interior de Alagoas, onde iniciou na semana passada os treinamentos virtuais sob supervisão da comissão técnica da Ponte Preta. O jogador não deverá poder entrar em campo com a camisa da Ponte Preta nos jogos restantes do Paulistão, já que disputava a competição por outra equipe até a paralisação.

Escrito por:

Gustavo Magnusson/AAN