Publicado 20 de Junho de 2020 - 14h53

Por Gustavo Magnusson/AAN

Talita Suter é gerente de mídia da DMC Propaganda

Divulgação/Facebook DMC Propaganda

Talita Suter é gerente de mídia da DMC Propaganda

 

Neste próximo domingo, 21 de junho, é comemorado o Dia do Mídia, em homenagem a este profissional que exerce papel estratégico dentro do mercado publicitário, planejando e veiculando as campanhas criadas pelas agências de propaganda para seus clientes. A data é celebrada desde 1977, quando foi instituída pela Central de Outdoor. Por conta da ocasião comemorativa, o Correio Popular publica hoje, sábado, a terceira parte da série de reportagens que discute a importância e as responsabilidades da profissão, as particularidades e transformações de seu exercício, além dos desafios enfrentados pela classe em meio à pandemia do novo coronavírus.

"Nosso trabalho, em resumo, é ser responsável pelo desenvolvimento de uma estratégia eficiente de mídia a partir de análise de mercado e concorrentes. Assim, podemos mapear os melhores meios e veículos, de acordo com a verba e objetivo do cliente, seja de vendas, reconhecimento de marca ou aumento de leads. As estratégias devem buscar sempre rentabilizar da melhor forma possível essa verba", explica Talita Suter, gerente de mídia da agência DMC Propaganda, de Campinas, que tem a Sanasa como uma de suas clientes.

"A DMC é uma agência que está no mercado há mais de 30 anos e trabalha com todos os segmentos de mercado, de varejo a institucional, acompanhando as tendências de mercado e se digitalizando mais a cada momento. Hoje, nossos outros grandes anunciantes são o Grupo Dahruj e a Goodyear", aponta Talita, formada em Publicidade e Propaganda com ênfase em Marketing pela PUC-Campinas, em 2011, e pós-graduada em Mídias Digitais pela Metrocamp, em 2017. "Comecei como assistente de mídia na DMC logo após me formar e atuo na área desde 2012. Ao longo desses anos, trabalhei com muitas pessoas e tive a chance de aprender - e ainda aprendo - com cada uma delas, indo além da minha área de atuação. Hoje, faço todas as partes da mídia da agência, desde pesquisa, negociação com veículos, planejamento, compra de mídia, faturamento, até o checking final da campanha. Tenho como diretora a Adriana Jardini e, de um ano pra cá, a Mariana Sandoval como mídia, além da Luciana Souza, que é nossa gerente de atendimento, mas sabe tudo de mídia e está sempre nos ajudando na hora do planejamento", conta.

Em razão da quarentena decorrente da pandemia do novo coronavírus, Talita Suter detecta que o trabalho sofreu grande mudança de ritmo. "Nosso maior desafio foi manter a mídia em veiculação e integrar toda a equipe para que os processos não se perdessem e que os trabalhos continuassem com eficiência. Tivemos que nos adaptar em home office, alterar processos internos e abrir mão do papel. Nossas reuniões presenciais com veículos não existem mais, perdemos a facilidade de falar com os nossos colegas de trabalho e o Whatsapp nunca fez tanta diferença. Perdemos a facilidade de falar com os nossos colegas de trabalho. O que antes era só ir até a mesa de alguém hoje fica mais difícil, precisa ser por meios digitais ou telefone", descreve. "O mercado de mídia já vem mudando há muito tempo com a vinda do Digital, ao passo que o Off está numa busca constante em se reinventar e interagir com o On. Acredito que no cenário pós-pandemia, a união entre On e Off vai precisar estar cada vez mais presente em todos os planejamentos. Os clientes vão buscar agências que agreguem conteúdo para a parte de Digital e que avaliem os resultados e retornos de qualquer ação feita. Com a pandemia, também é nítido que tivemos uma alteração no consumo de meios, mas ainda não sabemos qual é a proporção disso, mas influencia diretamente em um planejamento de mídia. Além disso, os clientes vão querer cada vez mais sua verba sendo rentabilizada", prevê Talita.

A edição impressa do Correio Popular deste domingo, 21 de junho, vai trazer uma reportagem especial em homenagem ao Dia do Mídia.

Escrito por:

Gustavo Magnusson/AAN