Publicado 21 de Junho de 2020 - 8h52

Por Estadão Conteúdo

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou por cinco dias a prisão temporária da extremista Sara Giromini e mais quatro integrantes do grupo "300 do Brasil".

A continuidade das detenções foi um pedido da Polícia Federal porque ainda está sendo feita a análise dos materiais apreendidos junto ao grupo. Sara foi detida pela PF na segunda-feira, no âmbito do inquérito sobre organização e financiamento de atos antidemocráticos. Um sexto envolvido está foragido.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Escrito por:

Estadão Conteúdo