Publicado 20 de Junho de 2020 - 22h52

Por AFP

O presidente da Guatemala, Alejandro Giammattei, suspendeu neste sábado um integrante do governo acusado de divulgar via WhatsApp um vídeo de natureza sexual de uma estudante universitária.

Giammattei emitiu um comunicado indicando que suspendeu "imediatamente de seu trabalho" Hugo Cabrera, vice-ministro de Agricultura e Pecuária, que na sexta-feira foi acusado de divulgar o vídeo em um grupo da rede de mensagens.

O presidente informou que a suspensão foi feita "com estrito respeito à presunção de inocência", enquanto as investigações continuam.

Segundo o portal de pesquisa digital Nómada, Cabrera divulgou o vídeo em maio passado, durante uma conversa com estudantes da Faculdade de Direito da Universidade de San Carlos (USAC), onde o funcionário é professor.

Embora ele o tenha excluído, o material foi posteriormente replicado nas mídias sociais.

O fato provocou a reclamação da comunidade universitária e dos grupos sociais e levou o Ministério Público a iniciar uma investigação para determinar a possível responsabilidade criminal do funcionário.

"Essas ações violam a intimidade e a integridade sexual das mulheres (...). As ações (de Cabrera) constituem um crime sob a Lei Contra Violência Sexual, Exploração e Tráfico de Pessoas", acrescentou a Associação de Estudantes Universitário da USAC no Twitter.

hma/lda/lca

Escrito por:

AFP