Publicado 20 de Junho de 2020 - 18h12

Por AFP

O secretário de Justiça dos EUA, William Barr, anunciou neste sábado (20) que Donald Trump demitiu o procurador federal em Manhattan, que investigava pessoas próximas ao presidente e que se recusava a deixar o cargo.

"Como você disse que não tinha a intenção de renunciar, pedi ao presidente que o demitisse hoje, e ele o fez", escreveu Barr em uma carta enviada ao procurador dos EUA em Manhattan demitido, Geoffrey Berman, publicada pela imprensa americana.

Berman acompanhava, entre outros casos, uma investigação a Michael Cohen, ex-advogado pessoal de Trump.

elc/dax/dga/gfe/gma/bn

Escrito por:

AFP