Publicado 20 de Junho de 2020 - 13h42

Por AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste sábado que seu ex-assessor de Segurança John Bolton pagará um "alto preço" pela publicação de suas memórias, cujo conteúdo o chefe de Estado considera ilegal.

"Bolton violou a lei e foi convocado e repreendido por isso, com um preço muito alto a pagar", tuitou Trump depois que um juiz se recusou a bloquear a publicação do livro.

O presidente alega que o ex-assessor provavelmente colocou em perigo a segurança nacional ao incluir material confidencial no livro.

dw/ft/gfe/dga/fp

Escrito por:

AFP