Publicado 19 de Junho de 2020 - 18h22

Por AFP

"Vidas negras importam", declarou o Parlamento Europeu em uma resolução adotada nesta sexta-feira (19), assumindo o slogan "Black Lives Matter" do movimento mundial contra o racismo e a violência policial.

Os parlamentares europeus também determinaram nesta resolução, adotada com 493 votos a favor, 104 contra e 67 abstenções, que o tráfico de escravos é "um crime contra a humanidade".

A norma é uma resposta direta aos protestos após a morte de George Floyd por um policial em Minneapolis, que proliferaram nos Estados Unidos, na Europa e no mundo.

O Parlamento afirmou ainda que "condena veementemente a terrível morte de George Floyd nos Estados Unidos, assim como mortes semelhantes em outras partes do mundo".

Também apoiou as recentes manifestações contra o racismo e a discriminação e condenou "a supremacia branca em todas as suas formas".

Os eurodeputados rejeitaram a intervenção da polícia e a força "excessiva" contra "manifestantes e jornalistas americanos pacíficos", além da "retórica incendiária" do presidente Donald Trump.

O Conselho de Direitos Humanos da ONU também adotou por unanimidade nesta sexta-feira uma resolução condenando o racismo sistêmico e a violência policial, mas depois de retirar uma menção contra os Estados Unidos.

zap-mla/eg/yow/jc/mvv

Escrito por:

AFP