Publicado 19 de Junho de 2020 - 13h52

Por AFP

Cinco civis iraquianos morreram nas últimas 24 horas em bombardeios aéreos turcos no norte do Iraque, onde Ancara lançou uma grande ofensiva contra posições rebeldes curdas, informaram fontes oficiais nesta sexta-feira.

Desde domingo passado, a Turquia lançou ataques sucessivos e mobilizou forças especiais nas regiões do Curdistão iraquiano (norte) em uma grande operação chamada "Garras do Tigre", contra o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que tem bases nessas zonas montanhosas.

Ancara lançou esta operação após os bombardeios realizados no domingo pela aviação turca contra posições do PKK no Iraque.

"Um pastor morreu na quinta-feira, ele é a primeira vítima civil" da ofensiva aérea e terrestre turca, disse à AFP uma pessoa de Bradost, uma comunidade da província de Dohuk, localizada nos confins da Síria, Turquia e Iraque.

Mais tarde, "três civis morreram quando aviões turcos atacaram seus carros", disse Ouarchine Mayi, prefeito de Chiladzi, outra cidade da mesma província.

A quinta vítima, desaparecida desde quarta-feira, foi encontrada morta, declarou Serbast Sabri, prefeito de Kani Massi, nesta sexta-feira.

Bagdá convocou o embaixador turco na terça-feira para protestar contra esses ataques aéreos.

str-mjg/sbh/zm/bl/fp

Escrito por:

AFP