Publicado 19 de Junho de 2020 - 13h32

Por AFP

Um juiz iraniano perseguido por corrupção em seu país e que estava sob controle judicial na Romênia morreu nesta sexta-feira depois de cair da janela de um hotel em Bucareste, anunciou a polícia romena nesta sexta-feira.

"Um cidadão estrangeiro de 52 anos morreu ao cair de uma janela no início da tarde e há uma investigação em andamento", disse um porta-voz da polícia romena à AFP, indicando que a vítima é o juiz iraniano Gholamreza Mansuri.

A pedido de Teerã, o juiz foi detido na semana passada em Bucareste e estava sob controle judicial por um mês, à espera da análise de um pedido de extradição do Irã. Uma audiência estava marcada para 10 de julho.

Em seu país de origem, Mansuri estava sob perseguição judicial no contexto de um caso de corrupção no sistema judicial iraniano. De acordo com a acusação, ele aceitou subornos superiores a US$ 500.000.

A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) o considera responsável por tortura e crimes contra a humanidade, dos quais pelo menos 20 jornalistas no Irã foram vítimas em 2013.

mr-bg/smk/pc/mis/mr

Escrito por:

AFP