Publicado 19 de Junho de 2020 - 12h02

Por AFP

A União Europeia decidiu renovar por mais seis meses as sanções econômicas contra a Rússia devido ao conflito no leste da Ucrânia, disse a chanceler alemã Angela Merkel em Berlim nesta sexta-feira.

As sanções, que afetam os setores econômicos do país e expiravam no final do mês "serão prolongadas por mais seis meses", disse a chanceler em entrevista coletiva após uma cúpula virtual dos chefes de Estado da UE.

O bloco europeu decidiu impor sanções contra os setores bancário, de defesa e de energia da Rússia pela primeira vez em 31 de julho de 2014, após a queda de um avião da Malaysia Airlines no leste da Ucrânia, e desde então as estende a cada seis meses.

Em meados de março de 2015, decidiram vincular sua duração à implementação dos acordos de Minsk, que buscam acabar com o conflito entre forças leais a Kiev e separatistas pró-russos no leste do país.

As sanções econômicas são um dos aspectos das medidas punitivas decididas pela UE para sancionar o papel de Moscou na Ucrânia, país do qual tomou a Crimeia em março de 2014 e onde 13.000 pessoas morreram.

ilp/yap/tjc-bl/mis/mr

Escrito por:

AFP