Publicado 18 de Junho de 2020 - 14h43

Por Estadão Conteúdo

O ministro da Energia da Rússia, Alexander Novak, afirmou em entrevista à Bloomberg que "ainda há muita incertezas sobre o ritmo da retomada" na demanda por petróleo, diante da pandemia da covid-19. Ele comentou que em junho parece haver uma "dinâmica boa" no mercado da commodity, mas também o risco de uma segunda onda de casos da doença.

Novak reafirmou o compromisso com o acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) para reduzir a produção e apoiar os preços do barril. Segundo ele, tem havido um nível "muito alto" de cumprimento do acordo, de cerca de 90%. Moscou monitorará regularmente a implantação da iniciativa, disse também, cobrando que todos os países envolvidos "reiterem seu compromisso e façam sua parte, para termos um mercado mais estável".

Escrito por:

Estadão Conteúdo