Publicado 17 de Junho de 2020 - 22h45

Por AFP

Vários foguetes caíram na madrugada de quinta-feira (noite de quarta no Brasil) na Zona Verde de Bagdá, onde se situa a embaixada americana, no quinto ataque do tipo em dez dias, informou à AFP uma fonte de segurança desta área.

Jornalistas da AFP ouviram ao menos três explosões, seguidas do som de sirenes da Zona Verde. Não foram reportados danos ou vítimas.

Como em ocasiões anteriores, os disparos não foram reivindicados, embora Washington costume atribuí-los a grupos armados pró-Irã.

É o segundo ataque ocorrido desde 8 de junho nas imediações da embaixada americana. Desde então, também foram registrados outros disparos de foguete em duas ocasiões contra o aeroporto de Bagdá, onde há soldados americanos deslocados e atualmente está fechado pela pandemia, e contra uma base ao norte de Bagdá, Taji, onde também há tropas dos Estados Unidos.

Desde outubro de 2019 têm havido cerca de trinta ataques contra soldados e diplomatas americanos no Iraque.

Em 11 de junho, os Estados Unidos anunciou a intenção de reduzir sua presença militar no Iraque, cinco meses depois da morte do poderoso general iraniano Qassem Soleimani, em um ataque de Washington com drones em Bagdá. No ano passado, havia 5.200 soldados americanos deslocados no Iraque.

sbh-ac/hh/jvb/gma/mvv

Escrito por:

AFP