Publicado 17 de Junho de 2020 - 18h56

Por AFP

Os seis ex-executivos da petroleira Citgo com nacionalidade ou residência americana, detidos em Caracas, na sede dos serviços de Inteligência da Venezuela, correm "perigo mortal", disse nesta quarta-feira (17) o enviado especial da Presidência americana para assuntos relativos a reféns.

"Gustavo Cárdenas, José Ángel Pereira, Jorge Toledo, Tomeu Vadell, Alirio Zambrano e José Luis Zambrano estão agora em perigo mortal e vários deles mostram sintomas similares à COVID-19 e outras doenças graves", disse Roger Carstens no Twitter, pedindo "sua libertação imediata e acesso urgente ao tratamento médico de que precisam".

fff-ad/dga/mvv

Escrito por:

AFP