Publicado 17 de Junho de 2020 - 11h26

Por AFP

Pelo menos 3.000 crianças ou menores foram vítimas de abuso sexual dentro da Igreja Católica na França desde 1950, disse nesta quarta-feira (17) o presidente de uma comissão independente criada para investigar as denúncias.

Jean-Marc Sauve afirmou em videoconferência que os dados preliminares também indicavam que cerca de 1.500 clérigos e outros funcionários da igreja realizaram estes abusos nas últimas décadas.

Esses números provisórios vêm de um estudo inicial dos arquivos diocesanos e das congregações religiosas realizado pela Comissão Independente sobre Abuso Sexual na Igreja (Ciase), criada em 2018 pelo episcopado.

"É a primeira vez" que uma estimativa desse tipo é feita na França, disse Sauve à AFP e acrescentou que estava "intimamente convencido de que há muitas outras vítimas".

A Ciase, criada após a revelação de vários escândalos, deve apresentar sua avaliação e recomendações entre o final de setembro e início de outubro de 2021.

kp/meb/mb/aa

Escrito por:

AFP