Publicado 20 de Abril de 2020 - 13h03

Por Adagoberto F. Baptista

Alenita Ramirez

Da Agência Anhanguera

[email protected]

Foto: Portal Nogueirense

A Polícia Civil de Artur Nogueira vai apurar a morte da adolescente Emily Novais de Farias, de 16 anos, na madrugada de domingo. A garota estava com três amigos aguardando carro por aplicativo, quando o grupo foi atropelado por um motociclista de 19 anos que tirava racha com outro que fugiu. O corpo da adolescente foi enterrado na manhã desta segunda-feira (20) no cemitério municipal da cidade, com a presença de dezenas de amigos, sob muita comoção.

A tragédia foi por volta das 3h30, na Vicinal dos Agricultores, em uma área rural que liga a cidade a Mogi Mirim. Outras dois amigos da vítima ficaram gravemente feridos e seguem internados, com o motociclista, no Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Segundo consta no boletim de ocorrência, a garota estava com dois amigos e uma amiga, todos adolescentes. Ainda não se sabe de onde o grupo havia saído.

De acordo com relatos de um amigo da menina, de 17 anos, que sobreviveu ao atropelamento, para a polícia, duas motos faziam racha na pista quando em determinado momento, um dos pilotos perdeu o controle da direção ao ser fechado pelo outro, e foi para cima do grupo, que estava no acostamento da via. Os motociclistas estavam em alta velocidade.

Emily foi atingida e morreu no local. Os outros três amigos foram também atingidos. Não foi informado como aconteceu o atropelamento. Segundo informações extraoficiais, um dos motociclistas seria parente da garota. A reportagem tentou falar com a família, mas ninguém quis comentar o caso.

Emily era natural de Artur Nogueira e residia no bairro Parque das Flores. As demais vítimas também são da cidade. O caso foi registrado na delegacia como homicídio culposo na direção de veículo automotor.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista