Publicado 18 de Abril de 2020 - 11h44

Por Eduardo Martins/Especial para a AAN

Gusttavo Lima foi o pioneiro das lives no Brasil

Divulgação

Gusttavo Lima foi o pioneiro das lives no Brasil

Sucesso de audiência durante a pandemia do novo coronavírus, cantores de variados gêneros musicais encontraram nas lives uma forma de divertir o público e arrecadar doações após o cancelamento da agenda de shows e o isolamento social.

Pioneiro nas transmissões pelo YouTube, o sertanejo Gusttavo Lima realizou seu primeiro streaming simultâneo no dia 28 de março. Logo de cara, o cantor conseguiu reunir mais de 750 mil fãs ao mesmo tempo, em uma apresentação que contou com 100 músicas durante mais de cinco horas. Apesar do sucesso, críticas também surgiram após imagens flagrarem concentração de pessoas na estrutura montada para o show.

Mesmo em meio às polêmicas, o mineiro realizou a segunda apresentação no último sábado, dia 11, e o sucesso foi ainda mais estrondoso. Agora ao vivo por sete horas, Gusttavo mostrou repertório diferente e teve mais de 58,5 milhões de visualizações. Nas arrecadações, os números também chamaram atenção com 1 milhão de quilos de alimentos, 300 mil frascos de álcool em gel, 400 mil máscaras, 10 mil luvas, 200 matrículas em cursos na área da saúde e 10 unidades de cúpulas de entubação.

“Eu acho que essas lives vêm sendo uma opção muito válida, pensando tanto na saúde mental das pessoas, como também em fazer algo que vai ajudar o próximo. Está sendo muito legal para entreter quem está em casa, desde que sejam respeitadas as orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial de Saúde (OMS). Não adianta nada fazerem esse tipo de trabalho, em um evento, se não forem respeitadas as recomendações”, destaca André Coletti, técnico administrativo e fã do cantor.

A dupla Bruno e Marrone é mais uma que vem aproveitando o momento de isolamento social para realizar transmissão ao vivo pelo YouTube e arrecadar doações. Realizada no dia 9 de abril, a apresentação contou com apenas 10 pessoas na casa de Bruno, em Uberlândia, e ficou marcada pela “bebedeira” da dupla.

Desde pequeno, as melodias sertanejas embalaram a trajetória de vida do empresário Thiago Adami, proprietário da Grafitel Artes Gráficas. Fã dos sertanejos, o empresário foi influenciado pelos avós, pais e tios ao estilo musical e agora confere ao lado da esposa e do filho, de 8 anos, a programação das lives.

“É um momento que podemos reunir a família e curtir um show no conforto da nossa casa. Também está sendo muito legal poder ajudar com doações. Fora as gozações e pérolas que os sertanejos falam, que são pura comédia e distração na noite”, diz Thiago, ao lado do filho Matheus, que também é fã do som.

Responsável pelo maior número de acessos ao mesmo tempo até o momento, a cantora Marília Mendonça conseguiu mobilizar 3,3 milhões de pessoas instantaneamente para assistir sua live realizada no dia 8 de abril. Na apresentação, foram arrecadados R$ 400 mil, 200 toneladas de alimentos e 500 quilos de álcool em gel. Na sala de sua residência, a artista se mostrou à vontade, cantou usando chinelos e ainda usou playback (conjunto de instrumentos já gravados antes do show) para atender às recomendações do Ministério da Saúde e evitar aglomerações.

“Estou achando essas ideias das lives muito legais. É uma opção divertida e segura, além de ver o empenho dos artistas em conseguirem doações dos espectadores. É muito legal ver também os artistas mais à vontade, sendo eles mesmos, bebendo, brincando, rindo e usando até chinelo”, comemora Caroline Otranto, assistente de recursos humanos e admiradora de Marília Mendonça.

Lives não param no sertanejo

Apesar de os sertanejos terem sido os pioneiros nas lives a partir do confinamento, cantores de outros gêneros musicais também estão se apresentando no mesmo modelo nas redes sociais. Péricles, Turma do Pagode e a banda KLB já divertiram fãs e arrecadaram doações. Hoje, a partir das 16h, Alexandre Pires se apresenta no YouTube. Amanhã é a vez de Ferrugem fazer uma transmissão no mesmo horário.

Até mesmo algumas estrelas do olimpo musical se mobilizaram. Anitta, Taylor Swift, Jennifer Lopez, Lady Gaga, Paul McCartney, Elton John e mais artistas se unem para o festival One World: Together At Home, que será transmitido em TVs do mundo todo. No Brasil, ele será exibido na Globo, Globoplay e Multishow hoje, a partir das 16h, com apresentação de Tiago Leifert. Se a novidade veio para ficar é outra história, mas já atraiu os próprios canais de televisão que entraram na onda, entre eles o Like, da TV por assinatura.

Agenda das próximas apresentações

Sábado – 18/04

One World: Together At Home – 16h

Alexandre Pires – 16h

Wesley Safadão – 20h

Pablo – 22h

Fernando e Sorocaba - 22h15

Domingo – 19/04

Ferrugem – 16h

Henrique e Juliano – 18h

Terça-feira – 21/04

Dilsinho – 19h

Sandy e Junior - 20h 

Quinta-feira – 23/04

Thiaguinho – 18h

Sexta-feira – 24/04

Simone e Simaria – 21h

Sábado – 25/04

Bell Marques – 17h

Gustavo Miotto – 20h

Domingo – 26/04

Resenha do Mumu (Mumuzinho) – 16h

Luan Santana – 18h

Sábado – 02/05

Jorge e Mateus – 17h

Escrito por:

Eduardo Martins/Especial para a AAN