Publicado 18 de Abril de 2020 - 11h14

Por Da Agência Anhanguera

A aeronave coreana pousou no Aeroporto de Viracopos na madrugada deste sábado

Divulgação

A aeronave coreana pousou no Aeroporto de Viracopos na madrugada deste sábado

Uma aeronave cargueira vinda da Coreia do Sul pousou nesta madrugada deste sábado (18) no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, com 575 mil testes para a identificação do novo coronavírus (Covid-19). Os kits foram encomendados pelo Instituto Butantan e serão usados pelo Governo do Estado de São Paulo no combate à enfermidade. O avião decolou do Aeroporto Internacional de Incheon, no país asiático, e fez uma escala em Frankfurt, na Alemanha, antes de seguir em direção à Viracopos. Após o desembarque, a carga seguiu para São Paulo.

O pouso ocorreu às 4h50 e a operação envolveu funcionários do aeroporto e da companhia aérea, além de agentes de carga e auditores da Alfândega da Receita Federal de Viracopos. Uma escolta do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), da Polícia Militar, também foi realizada para garantir que o material fosse conduzido com segurança. “O desembarque ocorreu de forma ágil e segura no Terminal de Carga de Viracopos. O aeroporto concentra seus esforços e utiliza sua moderna e eficiente infraestrutura logística nesta ação conjunta para auxiliar o país a suprir equipamentos e medicamentos neste momento de grave crise”, disse o diretor-presidente da Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, Gustavo Müssnich, em nota oficial.

Este é o segundo carregamento de testes que chega nesta semana no Terminal de Carga de Viracopos para o Instituto Butantan. O primeiro voo chegou na terça-feira (14), carregado com 725 mil testes. O Instituto Butantan, com sede na capital paulista, integra a força-tarefa do governo do Estado de São Paulo para controlar a disseminação da Covid-19. O laboratório montado no instituto para detecção do SARS-COV-2 (coronavírus) é parte da estrutura de enfrentamento a doença. Ao todo, até a manhã deste sábado, o Estado tinha 11.568 contaminações confirmadas de Covid-19 e 853 mortes. Há ainda 1.125 pessoas internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Escrito por:

Da Agência Anhanguera