Publicado 17 de Abril de 2020 - 15h15

Por Maria Teresa Costa


Wagner Souza/AAN

A taxa de isolamento social na Região Metropolitana de Campinas (RMC) voltou a cair, segundo o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do Governo de São Paulo. A média nas dez cidades acompanhadas pelo sistema na região reduziu de 49,1% para 48,6% ontem. Campinas, depois de três dias consecutivos registrando 48%, caiu ontem para 47%. A queda foi registrada em seis das dez cidades monitoradas.

Em Americana caiu de 50% para 49%, Hortolândia de 51% para 50%, Itatiba de 47% para 46%, e Vinhedo de 54% para 53%, Indaiatuba de 52% para 51%. Já Paulínia, Valinhos e Sumaré mantiveram a taxa de isolamento em 49%, 50% e 45% respectivamente. Santa Bárbara d´Oeste foi a única que conseguiu aumentar o isolamento, de 45% para 46%.

De acordo com o Coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, o médico infectologista David Uip, a adesão ideal para controlar a disseminação da Covid 19 é de 70%.

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

Escrito por:

Maria Teresa Costa