Publicado 17 de Abril de 2020 - 12h24

Por Da Agência Anhanguera

Uma das tendas cedidas pelo Exército que integrarão o sistema de recepção e encaminhamento de pacientes suspeitos de Covid-19 no Mário Gatti

Wagner Souza/AAN

Uma das tendas cedidas pelo Exército que integrarão o sistema de recepção e encaminhamento de pacientes suspeitos de Covid-19 no Mário Gatti

A Rede Mario Gatti, responsável pelo atendimento de urgência e emergência da rede municipal de saúde de Campinas, começou a receber a instalação de tendas cedidas pelo Exército, que vão integrar o sistema de recepção e encaminhamento de pacientes acometidos pela Covid-19.

Segundo o presidente da Rede, Marcos Pimenta, as tendas deverão facilitar o fluxo assistencial e impedir aglomerações. A Rede é formada pelos hospitais Mario Gatti e Ouro Verde, além das quatro UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e o Samu.

Segundo Pimenta, neste momento são áreas de apoio assistencial, mas que poderão ser adaptadas caso haja um aumento expressivo no volume de pacientes atendidos.

Hospital de Campanha

A estrutura de Campinas será instalada na área cedida na sede do Centro de Aprendizagem e Mobilização pela Cidadania (Patrulheiros)

A Rede Mário Gatti também vai fazer a gestão da implantação e operação do Hospital de Campanha que foi oferecido à cidade pela ONG Expedicionários da Saúde - EDS.

A decisão foi tomada após a negativa da Unicamp em abrigar esta Unidade de Saúde Emergencial. Ontem, profissionais da Rede Mário Gatti conheceram as estruturas do Hospital de Campanha montado pela Prefeitura de São Paulo no Estádio do Pacaembu.

A estrutura de Campinas será instalada na área cedida na sede do Centro de Aprendizagem e Mobilização pela Cidadania (Patrulheiros) e abrigará até 114 leitos para pacientes de menor complexidade.

Escrito por:

Da Agência Anhanguera