Publicado 20 de Abril de 2020 - 20h47

Por AFP

A defesa antiaérea do exército sírio interceptou nesta segunda-feira (20) mísseis israelenses que sobrevoavam a cidade de Palmira, no centro da Síria, reportou a agência de imprensa estatal Sana.

"A defesa antiaérea teve que se posicionar frente a uma agressão israelense sobre Palmira e interceptou vários mísseis hostis", afirmou a agência, sem dar detalhes.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), uma ONG com sede no Reino Unido, declarou por sua vez que os objetivos eram "postos militares de milícias iranianos no deserto da Palmira". Não houve mortes, acrescentou.

Contatado pela AFP, um porta-voz do exército israelense não quis fazer nenhum comentário.

Desde o início de 2011, na guerra da Síria, Israel efetuou uma centena de bombardeios nesse país contra as forças do regime de Damasco e seus aliados, Irã e o grupo libanês Hezbollah, inimigos jurados do Estado hebreu.

A defesa antiaérea síria tinha interceptado em 31 de março, segundo a Sana, "um certo número de mísseis antes que eles chegassem ao local onde deveriam atingir", na província de Homs, onde está a Palmira.

O OSDH afirmou então que o objetivo dos bombardeios era um aeroporto militar no qual se encontram forças iranianas.

bur-ho/bds/cls/es/erl/bn

Escrito por:

AFP