Publicado 20 de Abril de 2020 - 18h39

Por AFP

O número 2 do mundo, Rafael Nadal, mostrou nesta segunda-feira que está surpreso por não poder jogar tênis quando as pessoas ainda estão trabalhando, embora ele entenda que "você precisa aceitar as regras" estabelecidas para lidar com a epidemia de coronavírus.

"É verdade que eu não entendo muito bem por que não podemos jogar tênis quando muitas pessoas estão indo trabalhar", disse Nadal em uma "live" no Instagram nesta segunda, quando perguntado sobre seus treinos nesta situação de confinamento.

"E ainda mais em nosso esporte, mantemos grandes distâncias, de segurança, jogamos um de cada lado da quadra", acrescentou o vencedor de 19 títulos do Grand Slam, acrescentando que no momento ele não está jogando tênis e que está apenas fazendo exercícios em casa.

Na Espanha, o governo decretou o estado de alerta até o dia 9 de maio, confinando as pessoas em suas casas e com a economia praticamente parada, exceto em setores muito específicos.

O esporte também está suspenso com atletas reclusos em suas casas.

"Entendo que estamos em uma situação muito crítica, que o governo está sobrecarregado por uma situação sem precedentes, e também entendo que a última coisa em que pensam é sobre quem pode treinar e quem não pode treinar", admitiu o número 2 do mundo.

"Entendo a situação, igualmente, há muitas coisas que não são lógicas, mas é preciso aceitar as regras e conviver com elas", concluiu Nadal, nesta live no Instagram, na qual Andy Murray e Roger Federer também participaram.

Nadal insistiu que "está ansioso para voltar ao circuito, mas será difícil disputar torneios oficiais no curto prazo".

gr/mcd/aam

Escrito por:

AFP