Publicado 20 de Abril de 2020 - 18h37

Por Estadão Conteúdo

Em respeito ao isolamento social, que consideram imprescindível ao combate do coronavírus, as onze Centrais Sindicais e demais movimentos sociais se unem para fazerem a denominada "Live do Trabalhador" e não deixar passar em branco as comemorações do Dia 1º de Maio.

De acordo com o consultor e ex-diretor do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, comemorações conjuntas do Dia do Trabalhador já ocorreram no passado. "Mas essa é a primeira vez que as onze centrais estarão juntas, pela internet, numa grande live", disse.

O mote do 1º de Maio deste ano será "Saúde, Emprego, Renda: um novo mundo é possível com solidariedade".

O 1º de Maio unificado terá grade de apresentações musicais, a partir das 10h, intercaladas pelas mensagens dos presidentes das centrais e de convidados dos movimentos sindical e popular.

De acordo com os dirigentes das entidades, a grade completa e todas as informações e atualizações sobre a Live do Trabalhador será informada ao longo da semana, até 1º de maio.

Escrito por:

Estadão Conteúdo