Publicado 20 de Abril de 2020 - 17h57

Por AFP

O Valencia anunciou nesta segunda-feira que seus jogadores terão seus salários reduzidos para aliviar os prejuízos econômicos decorrentes da paralisação no futebol causada pela epidemia de coronavírus.

"O clube agradece de modo particular pelo esforço de solidariedade da equipe principal, por meio da redução de seus salários, para ajudar a entidade a proteger todos os trabalhadores e suas famílias em circunstâncias tão difíceis", disse o clube "che".

O Valencia, que não forneceu detalhes sobre a porcentagem de redução como outros clubes haviam feito, explicou que também apresentará um Arquivo de Regulação de Emprego Temporário (ERTE), que permite reduzir dias ou suspender contratos.

O clube "fará um complemento de renda a uma porcentagem muito alta de seus trabalhadores", que são afetados por este ERTE.

Dessa forma, o clube espera enfrentar a "diminuição significativa da receita" esperada causada pela paralisação do futebol espanhol desde 12 de março.

O Valencia segue assim o caminho de outros clubes, como Real Madrid, Barcelona e Villarreal, para tentar limitar as perdas causadas pela situação de pandemia.

A Liga Espanhola calcula que, se o campeonato nacional e as competições europeias não forem retomadas, os clubes espanhóis poderão deixar de receber cerca de 1 bilhão de euros.

gr/mcd/aam

Escrito por:

AFP