Publicado 20 de Abril de 2020 - 14h57

Por AFP

Os jogadores e membros da comissão técnica do Arsenal aceitaram uma redução de 12,5% dos salários para ajudar o clube durante a crise financeira provocada pela pandemia do coronavírus, anunciou nesta segunda-feira (20) o clube londrino.

O Arsenal é o terceiro clube da Premier League, após Southampton e West Ham, a anunciar medidas deste tipo, embora seja o primeiro entre os grandes do futebol inglês.

"Estamos encantados em poder anunciar que alcançamos um acordo voluntário com nossos jogadores da equipe profissional, o técnico e toda sua comissão para ajudar o clube nestes momentos críticos", anunciou o Arsenal em comunicado.

O clube revelou que a "redução dos salários anuais será de 12,5%" e que está baseada na suposição de que "a temporada 2019-2020 será concluída e serão pagos os direitos de transmissão televisivos".

O anúncio acontece após semanas de críticas da opinião pública e do ambiente político pela falta de um acordo entre clubes e jogadores para que os atletas aceitem uma redução de seus milionários salários com sinal de sacríficio durante tempos de crise financeira devido ao coronavírus.

hap/bpa/mcd/am

Escrito por:

AFP