Publicado 20 de Abril de 2020 - 12h57

Por AFP

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, afirmou nesta segunda-feira que as ligas europeias devem se preparar para jogar com portões fechados, após a suspensão do futebol desde março devido à pandemia do coronavírus, em entrevista ao jornal italiano Corriere Della Sera.

"Acredito que existam opções que nos permitam recomeçar os campeonatos e concluí-los. Devemos voltar sem espectadores, porque o mais importante é jogar os jogos", afirmou Ceferin.

Como a maioria das grandes modalidades esportivas do planeta, o futebol viu seu calendário interrompido pela pandemia da COVID-19.

"É cedo para dizer que não poderemos concluir a temporada. O impacto poderia ser terrível para os clubes e as ligas. É melhor jogar com portões fechados do que não fazê-lo", continuou.

"Em tempos difíceis, o futebol poderia trazer alegria para as pessoas e um certo sentimento de normalidade, embora os jogos só possam ser vistos pela televisão", completou, em referências às medidas de confinamento adotadas por muitos países.

"Todas as atividades devem estar bem organizadas para começar novamente, todos precisam recuperar suas vidas. Se as medidas de segurança forem respeitadas e as autoridades derem a luz verde, os treinos devem voltar", declarou o dirigente esloveno.

Ceferin acredita que, caso as ligas "voltem suficientemente cedo", a Liga dos Campeões e a Liga Europa poderão ser disputadas paralelamente. As duas competições continentais foram interrompidas nas oitavas de final.

"O futebol está conectado, vimos como é importante para a Uefa e para as ligas trabalhar em boa cooperação", lembrou.

"As ligas são a principal fonte de receita dos clubes a nível nacional. Se forem concluídas, as consequências econômicas serão limitadas", analisou.

"Já a Uefa perderá muito dinheiro por ter tido que adiar a Eurocopa-2020", completou.

Em 17 de março, a Uefa decidiu adiar a Eurocopa para 2021, uma decisão inédita em 60 anos de existência do torneio continental.

A Uefa irá reunir suas federações-membro nesta terça-feira (21) por videoconferência para debater o futuro das competições suspensas pela pandemia. Dois dias depois, haverá uma reunião do comitê executivo da entidade.

ea/lp/pm/psr/am

Escrito por:

AFP