Publicado 20 de Abril de 2020 - 10h37

Por AFP

Mais de cem refugiados alojados em uma albergue para jovens em Lisboa foram contaminados pelo novo coronavírus e colocados em quarentena, informou nesta segunda-feira a prefeitura da capital portuguesa.

Do total de 180 migrantes, 138 foram declarados contaminados pelo vírus. Eles foram levados para outro local para quarentena, de acordo com a mesma fonte.

Segundo a imprensa local, os refugiados são todos homens que pediram asilo em Portugal.

"São jovens do Egito, da Costa do Marfim e de outras regiões do mundo", disse Mohamed Abed, responsável pela mesquita de Lisboa, à emissora pública de televisão RTP.

Portugal decidiu conceder a todos os migrantes e requerentes de asilo, na pendência da sua regularização, os mesmos direitos que os residentes, especialmente em termos de acesso a cuidados médicos, durante o período de emergência decretado para conter a pandemia de coronavírus.

O estado de emergência, em vigor desde 19 de março, foi prorrogado até 2 de maio.

tsc/pmr/mig/me/mar

Escrito por:

AFP