Publicado 20 de Abril de 2020 - 6h57

Por AFP

Singapura informou nesta segunda-feira um aumento recorde dos casos de coronavírus, com mais de 1.400 novos contágios, que elevam o total a mais de 8.000, e cujo principal foco seriam as residências que abrigam trabalhadores estrangeiros.

A cidade-Estado combate uma segunda onda de infecções depois de ter sido considerada um modelo na luta contra a pandemia de COVID-19.

O ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira 1.426 novos casos, o que eleva o total de infectados a 8.014, com 11 mortes. Os números fazem de Singapura o país com o maior número de contágios no sudeste asiático.

Os casos aumentaram desde que as autoridades começaram a fazer testes em trabalhadores estrangeiros que moram em complexos residenciais lotados.

Quase 200.000 trabalhadores, a maioria procedentes do sul da Ásia, residem em 43 complexos habitacionais em Singapura, onde constituem uma parte essencial da força de trabalho do país.

Muitos deles trabalham na construção de arranha-céus e centros comerciais, durante longas jornadas. Eles recebem em média de 400 a 500 dólares por mês.

mba/sr/fox/mar/bc/fp

FACEBOOK

Escrito por:

AFP