Publicado 20 de Abril de 2020 - 6h17

Por AFP

A Noruega, onde a epidemia do novo coronavírus parece sob controle, reabriu nesta segunda-feira as creches e pré-escolas, um primeiro passo na lenta e progressivo suspensão das restrições no país escandinavo.

A reabertura, que acaba com cinco semanas de confinamento parcial para as crianças, foi justificada por questões de saúde - as crianças parecem que não são tão afetadas pela COVID-19 - e deve facilitar o retorno ao trabalho dos pais.

Mas alguns responsáveis expressaram receio e apresentaram no Facebook a campanha "Meu filho não deve ser uma cobaia da COVID-19", assim como uma petição on-line que já havia recebido mais de 28.000 assinaturas.

"Não há perigo em frequentar a creche", afirmou a ministra da Educação, Guri Melby.

A reabertura dos estabelecimentos acontece com uma série de precauções, pois as crianças com menos de três anos devem ficar sob a responsabilidade de um adulto em grupos de três, enquanto aquelas de três a seis anos devem permanecer em grupos de seis, sem contato com outros grupos.

Ao lado da Áustria e da Dinamarca, a Noruega é um dos primeiros países a flexibilizar as restrições adotadas em março.

phy-hdy/mar/fp

Escrito por:

AFP