Publicado 19 de Abril de 2020 - 22h17

Por AFP

Pelo menos 57 pessoas, incluindo 43 idosos, contraíram a COVID-19 em um abrigo para idosos no centro de Cuba, informaram autoridades de saúde neste domingo.

Segundo o diretor de Epidemiologia do Ministério da Saúde, Francisco Durán, são "57 pessoas, das quais 43 idosos e 14 funcionários", que foram infectadas pelo novo coronavírus no Lar de idosos nº 3 da cidade de Santa Clara, 270 km a leste de Havana.

Até o momento, Cuba, que espera atingir o pico de infecções da COVID-19 em meados de maio, registra um total de 1.035 casos confirmados em pouco mais de um mês e 34 mortes.

Cuba coloca mantém quarentena apenas alguns bairros do país, mas há um apelo ao isolamento social para evitar novas infecções.

O transporte público está suspenso e as atividades comerciais foram reduzidas.

rd/mav/yow/lca

Escrito por:

AFP