Publicado 18 de Abril de 2020 - 19h37

Por Estadão Conteúdo

A rebelião iniciada neste sábado no Centro de Socioeducação Dom Bosco já foi controlada, informou o Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase). Em nota, a instituição afirma que servidores negociaram a rendição dos adolescentes. O local abriga 260 menores infratores.

O Grupamento de Ações Rápidas (GAR), do Degase, e o Batalhão de Choque entraram na unidade Dom Bosco, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio, por volta das 14h de hoje.

De acordo com a Polícia Militar, além do Choque, o 17º BPM (Ilha do Governador) e o Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) foram acionados e ainda estão no local.

Um foco de incêndio no centro socieducativo chegou a deixar dois servidores levemente feridos. Os dois foram levados para o Hospital Municipal Evandro Freire. O Degase afirma que não há adolescentes machucados e que os servidores vão fazer a contagem dos jovens para verificar se houve evasão. A causa da revolta ainda está sendo averiguada.

Imagens da Globonews no início da tarde mostravam jovens com os rostos cobertos por camisetas brancas no telhado do pavilhão.

Escrito por:

Estadão Conteúdo