Publicado 18 de Abril de 2020 - 15h37

Por AFP

O estado de Nova York, epicentro da pandemia de coronavírus nos Estados Unidos, teve o menor número de mortes em duas semanas, anunciou neste sábado o governador Andrew Cuomo.

Nas últimas 24 horas, 540 pessoas morreram neste estado de 20 milhões de habitantes, segundo Cuomo, sugerindo que a queda no número de mortes poderia começar após o registro de um pico de novos casos.

Esse número é o mais baixo desde as 432 mortes registradas em 2 de abril, de acordo com informações do Covid Tracking Project.

No dia seguinte, o estado teve uma taxa de 562 mortes, que seis dias depois atingiram o pico de 799.

Mas Cuomo, que estendeu as medidas de contenção até 15 de maio, alertou que essa aparente melhoria deve ser considerada com ressalvas.

Cerca de 2.000 pessoas com sintomas da doença foram hospitalizadas nas últimas 24 horas, informou o governador em sua entrevista coletiva diária.

"Não estamos mais em um pico, mas ainda não estamos em uma boa posição", alertou, enquanto pedia o fim das divisões, depois de se envolver numa guerra verbal com o presidente republicano Donald Trump.

"Não é hora de fazer política", disse o democrata Cuomo.

"Como uma situação como essa rapidamente se agrava? Se você politiza emoções. Não podemos fazer isso", declarou, fazendo um apelo para "sair dessa".

cat-la/bbk/dw/yow/lca

Escrito por:

AFP