Publicado 18 de Abril de 2020 - 11h57

Por AFP

A Rainha Elizabeth II comemorará seu aniversário de forma discreta na próxima semana, sem a tradicional salva de tiros, que considerou "inapropriadas" por causa da pandemia que já causou mais de 14.000 mortos no Reino Unido, segundo uma fonte do Palácio de Buckingham à AFP.

Na próxima terça-feira, a rainha completará 94 anos. A cada ano, uma salva de tiros é disparada no Hyde Park em seu aniversário, na Torre de Londres e no parque real de Windsor, a cerca de 40 km da capital.

Neste ano, no entanto, não será assim.

"Não haverá a salva de tiros. Sua Majestade preferiu que não se colocasse em curso nenhuma medida especial de autorização para os tiros, por não considerar apropriado dadas as circunstâncias atuais", disse a fonte.

O Palácio de Buckingham tinha anunciado previamente que neste ano também não ocorreria o desfile militar que é organizado sempre em junho para celebrar de forma oficial o aniversário da rainha.

Por causa da epidemia, a rainha Elizabeth II encontra-se em confinamento junto ao seu esposo, o príncipe Philip, no castelo de Windsor. Com 93 e 98 anos respectivamente, ambos formam parte da população de risco frente ao coronavírus.

Durante um excepcional discurso transmitido pela televisão durante a Páscoa, a soberana pediu aos súditos que resistam à pandemia e prometeu que "verão dias melhores".

pau/oaa/jvb/pc/bn

Escrito por:

AFP